Encontre aqui!

quarta-feira, novembro 17

Só as mulheres sangram.

Quando nos apresentaram oficialmente, esta espingarda calibre 12 me deu oito coices no peito e uma lembrança roxa como um aviso do tipo "Nunca será!".
 Me lembro que um dos instrutores viu uma maldita lágrima rolando, mas não fez comentários. Nem eu. Fechei-me dura como quem fecha a câmara da arma após inserir o cartucho. Cleck, cleck! E terminei a série com a calma de um vento brando, camuflando as dores e o orgulho ferido. Mas para minha surpresa, permaneci irredutível no propósito de não desistir.
Outro dia chamei esse canhão para um novo acerto de contas no estande de tiro. Veio com a mesma história e a briga foi feia. Até a chuva engrossou comigo naquele dia. Toda vez que eu tentava aconchegar melhor o recuo da arma no meu corpo era uma pancada, que em cima de outra pancada, potencializava o sofrimento. Como se quisesse abrir meu peito na marra. Juro que tentei entender a teoria mecânica e ensaiei várias vezes uma posição mais confortável, mas não adiantava argumentar com aquele trambolho. E quanto mais eu tentava obstinadamente trazê-lo pra perto de mim, mais o armamento me insultava. Foi quando cometi o erro de chegar perto demais, não sei se pra provar que não tenho medo, ou pela ânsia de ser levada a sério. Meus lábios quase tocaram a coronha. Mania de ignorar limites. E não houve perdão. O tiro foi perfeito, mas a desgraça do recuo veio como uma bicuda de coturno na minha boca que me fez ver todas as estrelas do firmamento dançando frevo e curtindo com a minha cara.
O lábio superior sangrou... ficou inchado... e, como tantas mulheres que apanham da vida, simplesmente disfarcei, engoli o sangue e abafei a humilhação.

(Mulher na Polícia - 08/04/2010)

15 comentários:

Mulher na Polícia disse...

Oi bonita!!!

Só me lasquei nesse episódio, amiga. E ainda tenho minha reservas quanto a portar esse trambolho. Mas atualmente a gente se respeita.

: )

Me explica por que decidiu escolher este texto.

Obrigada, amiga, fiquei muito feliz. E essa imagem é linnnnnddda!!!!! Adorei!

Beijo, gatona!

Regina disse...

mulher forte, de bravura é outra coisa né?
eu também gostei muito desse texto, fiquei imaginando quando será a minha vez de passar por isso...um dia chega, ...até chegar!!!
bjos Pri!
xero inspetora!

Eliana disse...

Já havia lido este post por lá, nem sei se comentei na época, foi quando comecei a seguir, mas como diz o ditado: a prática leva a perfeição. ;)

✿Lady✿ disse...

Oi flor!
Já tinha lido este post, no seu cantinho.
A vida é uma escola, um aprendizado diário, com acertos e erros. Faz parte!
Beijos

* _ Pri CastRo _ * disse...

Novinha...
Escolhi este pq mostra o quento é difícil estar alí na polícia, e que ainda assim, a força e a coragem sa mulher vencem!
Adoro esse texto...

Regina...Carrrrma q sua hora de tomar o coice da brabona chega, rs!Ótimo de ter por aqui...espero que goste dos meus textinhos tbm!Grd beijo!

Lady, seja bem vinda...

Obrigada a todos vcs pela presença e esse carinho gostoso!

M.enal.i disse...

Meninas,
Foi com esse texto que decidi, quero ser polícia!....hehehh


Beijo grandeee

*Lela* disse...

Li no livro "Comer, Rezar, amar" uma frase que a Autora cita e que a ajudou muito na vida;
_Quando estiver aprendendo alguma coisa nova, seja paciente com você"

Acho que não comprei esse livro por acaso - faz tempo que li mas o conceito desta frase está comigo até hoje...

"Seu relato emocionante; parece que estou ao seu lado assistindo a tudo"

Pessoa bonita!

Valentina, uma mulher que fala disse...

Estou indicando este links assim como outros textos que gosto sobre violência doméstica no meu blog.
Parabéns e vamos seguir nesta luta!

MULHERES FORTES LONGE DE homens CHUPINS VIOLENTOS
http://pravocemulheratual.blogspot.com
Livre-se de sofrimentos domésticos e inter-relacionais, porque averá sempre algo melhor fora dali!"
Acesse o Blog e reflita!
Veja também TUDO SOBRE "Violência Moral, Verbal e Física contra a Mulher"
http://pravocemulheratual.blogspot.com/p/violencia-verbal-e-fisica-contra-mulher.html
Abração
Valentina

Mulher na Polícia disse...

Eliana!!!

Querida, obrigada por ter vindo! Alegria por te ver aqui, minha pérola negra.

Pri! A Eliana é uma proficional da engenharia civil e está esperando um bebezinho!!! É uma ótima parceira. Tá sempre presente lá comigo e seus comentários são sempre uma delícia.

Eu aqui apanhando com um blog, Pri e essa mulher tem três blogs!!! Três! Vale a pena conhecer.

Um beijo, querida.

Mulher na Polícia disse...

Lady, minha linda!

É verdade, moça, no começo a gente apanha muito, mas depois a gente aprende algumas técnicas e apanha menos. kkkkkkkkkkkk

Tá dominado, amiga. Esse trambolho aí já aprendeu a me respeitar também. rs!

Fico muito feliz por você ter vindo, amiga!
Beijão pra você!

Mulher na Polícia disse...

Curiso, Pri!

Porque se você pedisse pra eu te indicar um texto. Eu indicaria este, mesmo. Acho que consegui transmitir nele o que eu tava sentindo.

E você viu como ficou legal essa imagem lá no link? Parece que foi combinado.
rs rs rs

Perfeito, amiga. Amei!

disse...

Engraçado, esse texto deve marcar muita gente.
Esses dias comentei com ela - nossa polícia - sobre esse texto, mais especificamente sobre o coice do tiro de 12.
E ela já me deu dicas pra sofrer menos quando chegar minha vez...
(:

* _ Pri CastRo _ * disse...

Obrigado a todos pela presença por aqui!

Novinha...
To adorando esse povo que vc ta me apresentando!
E a próposito...ficou show o link lá no 'mulé'!
Chama o povo pra continuar particioando das enquetes!


Grd beijo!

Sylvio de Alencar. disse...

A policia vai acabar dando medalha para Novinha por estar levando para seu seio (da Policia), novas debutantes!

Não tinha visto este post!
Um must!!

* _ Pri CastRo _ * disse...

É Sylvio...a Novinha arrasta multidões...daqui a pouco vai deixar de ser Novinha e ter um monte de afilhados!

Obrigado por todas as participações!